O CEFAN tornou-se oficialmente um Centro de Referência em Esporte Adaptado do RJ

18/09/2019

O Rio de Janeiro Power Soccer Clube esteve presente, nesta terça-feira (17), no Centro de Educação Física Adalberto Nunes (Cefan), durante a Cerimônia de Assinatura do Termo de Cooperação firmado entre o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e a Marinha do Brasil. Com o acordo, o Cefan tornou-se oficialmente um Centro de Referência em Esporte Adaptado do Rio de Janeiro. No primeiro momento, serão beneficiadas as modalidades do Halterofilismo, Atletismo e Natação. Porém, a tendência é de que a parceria contemple outras modalidades. Representaram a instituição no evento, o presidente Bruno Fernandes, a diretora Mônica Dutra, o técnico Jaime Torres, do power soccer, e o atleta de bocha Lucas Araújo. Já por parte da Marinha e do CPB estiveram presentes o vice presidente do Comitê, Ivaldo Brandão e o comandante-geral do Corpo de Fuzileiros Navais, almirante Alexandre José Barreto de Mattos. A halterofilista Tayana Medeiros — medalhista de prata no Parapan Lima 2019 — também compareceu ao encontro.

Leia mais

Rio de Janeiro Bocha recebe ilustre visita de associação de deficientes de Nova Iguaçu

06/09/2019

  A Ong da Baixada Fluminense foi representada pelos professores Judson Júnior, Juliana Damas e Beatriz e pela diretora da instituição, Édila Damas. O quarteto veio à Capital Fluminense para aprender com a técnica de nossa equipe de Bocha, Jullyana Alencar, e nosso jogador pioneiro, Lucas Araújo, sobre regras e técnicas de treinamento, a fim de implementar a modalidade em Nova Iguaçu no futuro. O atleta Lucas Araujo se orgulha da visita e acredita que a formação de um novo time no estado será bom não só para a modalidade na região como também em todo o país. “É sempre bom pessoas novas interessadas no esporte paralímpico ainda mais a bocha que é o esporte mais inclusivo. É muito importante que estejam querendo levar a modalidade para Nova Iguaçu porque quanto mais equipes, maior será o nível da competição na região e também nacionalmente”, revela Lucas. Já a diretora Édila Damas destacou a atenção e o carinho que recebeu durante a sua visita ao Rio de Janeiro Bocha e definiu o aprendizado conseguido no encontro como primordial para que o esporte seja implementado em Nova Iguaçu. ” Foi um prazer muito grande estar com essa equipe e ter esta experiência. O esporte é de extrema importância na vida das pessoas com deficiência, pois aumenta a auto-estima e a qualidade de vida. Implementar o esporte aqui na região será de grande ajuda para todos e o Rio de Janeiro abriu as portas para que isso aconteça.”, parabeniza Édila. Atualmente existem 6 clubes no estado do Rio de Janeiro,  os  cariocas Acadef, Aeterj, Clube do Otimismo, Rio de Janeiro Bocha e Tijuca Tênis Clube e a Associação Petropolitana de Deficientes (Apdef), da Região Serrana, como representantes da Bocha na região.

Leia mais
Lucão campeão BOCHA

Lucão Campeão na modalidade BOCHA!

17/06/2019

1º Lugar – Lucão – BC2 🥇🥇🥇🥇3º Lugar em equipe !!! 🏆🏆🏆🏆

Leia mais