Rio de Janeiro Bocha recebe ilustre visita de associação de deficientes de Nova Iguaçu

06/09/2019

  A Ong da Baixada Fluminense foi representada pelos professores Judson Júnior, Juliana Damas e Beatriz e pela diretora da instituição, Édila Damas. O quarteto veio à Capital Fluminense para aprender com a técnica de nossa equipe de Bocha, Jullyana Alencar, e nosso jogador pioneiro, Lucas Araújo, sobre regras e técnicas de treinamento, a fim de implementar a modalidade em Nova Iguaçu no futuro. O atleta Lucas Araujo se orgulha da visita e acredita que a formação de um novo time no estado será bom não só para a modalidade na região como também em todo o país. “É sempre bom pessoas novas interessadas no esporte paralímpico ainda mais a bocha que é o esporte mais inclusivo. É muito importante que estejam querendo levar a modalidade para Nova Iguaçu porque quanto mais equipes, maior será o nível da competição na região e também nacionalmente”, revela Lucas. Já a diretora Édila Damas destacou a atenção e o carinho que recebeu durante a sua visita ao Rio de Janeiro Bocha e definiu o aprendizado conseguido no encontro como primordial para que o esporte seja implementado em Nova Iguaçu. ” Foi um prazer muito grande estar com essa equipe e ter esta experiência. O esporte é de extrema importância na vida das pessoas com deficiência, pois aumenta a auto-estima e a qualidade de vida. Implementar o esporte aqui na região será de grande ajuda para todos e o Rio de Janeiro abriu as portas para que isso aconteça.”, parabeniza Édila. Atualmente existem 6 clubes no estado do Rio de Janeiro,  os  cariocas Acadef, Aeterj, Clube do Otimismo, Rio de Janeiro Bocha e Tijuca Tênis Clube e a Associação Petropolitana de Deficientes (Apdef), da Região Serrana, como representantes da Bocha na região.

Leia mais

A nova comissão técnica faz história na Champions Cup

24/08/2019

O clube carioca conquistou no último dia 10 a primeira edição da APFC Champions Cup Em menos de seis meses de trabalho, a nova comissão técnica do Rio de Janeiro Power Soccer Clube já começa a colher frutos. O clube carioca conquistou no último dia 10 a primeira edição da APFC Champions Cup de futebol em cadeira de rodas, que reuniu os campeões da temporada 2018 da Argentina, Brasil, Estados Unidos e Uruguai. Formada pelos recém-chegados Jaime Torres, como técnico, e Felipe Jacovazzo, como auxiliar técnico, pelo também auxiliar técnico Wagner Rocha Lima, o Waguinho, que está no clube desde sua fundação em 2014, e pelo analista de desempenho Paulo Lopes, a comissão sempre acreditou na capacidade de seus atletas e na possibilidade de vencer o torneio.   O técnico Jaime Torres acredita que o título só foi possível porque a equipe entendeu e abraçou o planejamento da comissão, aceitando passar por mudanças, correções, mudança de cultura e amadurecimento para chegar ao objetivo final.   “Desde que cheguei ao time, tento trazer da minha carreira de atleta que títulos só podem ser almejados se você acreditar que você pode ser campeão e assumir seus erros, corrigi-los e trabalhar incessantemente para conseguir fazer o melhor, individualmente e, principalmente, coletivamente. Um time campeão, é aquele que perde, empata e vence junto. Se você mantém a união igualitária para esses 3 momentos, tem um time preparado para vencer”, afirma Jaime. Já para o auxiliar Felipe, a estrutura do clube e o trabalho de todos os envolvidos no dia-a-dia da equipe também foram determinantes para a conquista da Champions. “O clube apresenta um nível de profissionalismo que não se vê em inúmeras instituições esportivas, mesmo aquelas com orçamento disponível. O título é o resultado da soma de vários fatores, tais como o apoio de familiares e cônjuges, compromisso tático dos atletas, a organização da direção do Rio Power Soccer, além da soma das diferentes escolas de treinamento dos membros da comissão técnica”, observa Felipe. Para o analista de desempenho Paulo Lopes, o título foi mais do que merecido e fruto de muito trabalho, não só da comissão técnica como também dos atletas e da diretoria do clube. A realização de um sonho, um objetivo alcançado com muito trabalho e dedicação. O RJPS proporcionou as melhores condições para que a nova comissão técnica atuasse de forma profissional, positiva e eficiente. A conscientização, garra, superação, disciplina e união dos atletas foi fundamental para chegarmos ao tão desejado primeiro campeonato internacional. Agora que o sonho se tornou realidade, a comissão busca outros títulos ainda neste ano, como a conquista dos campeonatos Carioca e Brasileiro, que classifica a equipe para a quinta edição da Copa Powerchair Libertadores, que acontece no ano que vem na Argentina. “Nosso objetivo é continuar mantendo o grupo motivado, focado e buscando continuar trabalhando em conjunto. Só assim seremos capazes de observar os erros que ocorreram, planejar ações para melhorar cada vez mais a equipe e poder superar qualquer obstáculo que venha a aparecer. Tais características serão determinantes para as nossas próximas conquistas”, projeta Waguinho.    

Leia mais

Rio Power Soccer conquista CHAMPIONS CUP de Futebol em Cadeira de Rodas

13/08/2019

O evento inédito  reuniu os melhores times das Américas em partidas disputadíssimas O Rio de Janeiro Power Soccer Clube sagrou-se campeão da primeira edição da APFC Champions Cup. O resultado se deu após a equipe carioca vencer o Sudden Impact, dos Estados Unidos, por 1 a 0, na final, com um golaço do camisa 10 Lucas Dutra Fernandes. A competição foi realizada no Velódromo do Parque Olímpico, na capital fluminense, nos dias 9 e 10 de agosto, e reuniu, além do atual tricampeão brasileiro, os campeões da Argentina, Estados Unidos e Uruguai: Tigres de Pacheco, Sudden Impact e Huracán de Carrasco, respectivamente. Além de Lucas, fizeram parte da equipe brasileira, Alan Daniel, Bernardo Borges, Bruno Carvalho, Daniel Vizeu, Jeronimo Eichler, Pedro Henrique Grosso e o capitão Rafael Lellis. O técnico Jaime Torres e os auxiliares técnicos Wagner Rocha Lima e Felipe Jacovazzo integraram a comissão técnica do time no evento. Para o presidente do clube, Bruno Fernandes, a conquista da Champions Cup é de extrema importância para os jogadores e para o crescimento do projeto daqui para frente. “O título da Champions Cup é um marco para o Power Soccer e certifica internacionalmente o nosso projeto. A equipe vem trabalhando muito para deixar nossos atletas no nível dos melhores do mundo e este título comprova que estamos no caminho certo. Fiquei muito feliz com o resultado e estou certo que podemos replicar nossa gestão, que hoje já é referência, em outros movimentos paradesportivos”, explica o gestor. “Agradeço, com muito orgulho, o desempenho dos atletas, comissão técnica, voluntários e todos os profissionais envolvidos, e também, a maravilhosa torcida Rio Power Soccer.  Alcançamos a qualidade de referência com esta energia e comprometimento de um time campeão. É claro que todas estas recentes conquistas só foram possíveis com o patrocínio da Assim Saúde e apoio de empresas como Kaptimagem e Powerade, gerando uma evolução virtuosa com crescimento sustentável”, concluiu o presidente.  

Leia mais

Seleção Brasileira, 3 atletas do RJPS estão entre os convocados para a Américas Cup

05/08/2019

Entre os selecionados, estão Bernardo Borges, Lucas Dutra Fernandes e Pedro Henrique Grosso A Américas Cup reunirá, além do Brasil, as seleções de Argentina, Canadá, Estados Unidos e Uruguai. Será a primeira versão deste campeonato e acontecerá nos dias 7 e 8 de agosto no velódromo no Rio de Janeiro. É um campeonato de suma importância para as Américas pois é dele que sairão as três seleções que farão parte da quarta edição da Copa do Mundo de Power Soccer, a ser realizada em Sydney, na Austrália, em 2021. Goleiro da Seleção Brasileira e do Rio de Janeiro Power Soccer Clube, Pedro Henrique Grosso vê com bons olhos as chances do Brasil se classificar para o Mundial. “Estou muito feliz em poder representar o Brasil em mais um campeonato pelo terceiro ano consecutivo e estou muito confiante para o torneio. Acredito que se entrarmos com bastante garra e concentração, sem dúvidas estaremos entre os três primeiros e, assim, garantiríamos uma das vagas para a Copa”, prevê o goleiro. O Brasil estreia na competição contra o Uruguai, às 10h30 do dia 7. No mesmo dia, às 13h30, a seleção brasileira encara os Estados Unidos. Já no dia seguinte, os jogos serão contra Argentina e Canadá, às 10h30 e às 15h, respectivamente. A entrada para o evento será gratuita. Confira a lista completa dos oito atletas da Seleção Brasileira que irão disputar a Americas Cup: Bernardo Borges (RJPS), Daiane Nascimento (NOHO), Darci Júnior (LOCOMOTIVA), Igor Gomes (NOHO), Lucas Dutra (RJPS), Lucas Neves (NOVO SER), Luis Fernando (NOVO SER) e Pedro Henrique (RJPS) Tabela do Jogos:  

Leia mais